Mercado Imobiliário
26 de setembro de 2018

Entrega de novo estoque pressiona taxa de vacância do mercado corporativo de alto padrão de São Paulo

Entrega de novo estoque pressiona taxa de vacância do mercado corporativo de alto padrão de São Paulo

Apesar da absorção líquida positiva de cerca de 21 mil m² em agosto, a taxa de vacância no mercado corporativo Classe A e A+ de São Paulo registrou alta de 0,35 p.p. em relação a julho, fechando o mês em 23,3%. Isso ocorreu devido à entrega do empreendimento Parque da Cidade Corporate – Jequitibá, com aproximadamente 42 mil m², na região da Chucri Zaidan. “São Paulo deve receber pelo menos mais dois novos edifícios até o final do ano, totalizando 33 mil m², na Faria Lima e na Marginal Pinheiros”, afirma Jadson Mendes Andrade, Head de Pesquisa e Inteligência de Mercado para América do Sul. O preço médio pedido para locação por metro quadrado ao mês registrou ligeira queda mensal e ficou cotado em R$ 90,90 em agosto.

Mercado Corporativo

No Rio de Janeiro, o mercado de escritórios de alto padrão encerrou agosto com uma taxa de vacância de 39,12%, um aumento mensal marginal de 0,04 p.p. O alto volume de espaços disponíveis na cidade vem pressionando os preços médios pedidos. Em comparação a julho, os valores de locação caíram 1,3%, atingindo R$ 103,21 por m² ao mês. “O mercado do Rio de Janeiro continua lento, com algumas movimentações na região do Centro e Porto, mas esperamos uma melhora do cenário após as eleições”, afirma Andrade.

Mercado Corporativo

 

Cadastre-se e receba nossa newsletter